Copa 2014Copa 2014
espn.com.br (© Todos os direitos reservados - ESPN do Brasil)
Atualizado: 28/02/2014 10:30 | Por ESPN.com.br- espn.com.br

Copa não é só Nike, Adidas e Puma; conheça as marcas alternativas

Em tempos modernos onde as gigantes fornecedoras esportivas (Nike, Adidas e Puma) dominam a maioria dos clubes e seleções grandes ao redor do mundo, há aqueles que ainda se vestem com marcas...


Irã divulgou nova camisa para a Copa (© Divulgação)

Irã divulgou nova camisa para a Copa

Em tempos modernos onde as gigantes fornecedoras esportivas (Nike, Adidas e Puma) dominam a maioria dos clubes e seleções grandes ao redor do mundo, há aqueles que ainda se vestem com marcas "alternativas".

Ao contrário da Fifa, Holanda paga por suas 'festas' na Copa" href="../../noticia/392564_ao-contrario-da-fifa-holanda-paga-por-suas-festas-na-copa" target="_blank">Ao contrário da Fifa, Holanda paga por suas 'festas' na Copa</a></p><p>A Lotto, por exemplo, é a patrocinadora da Costa Rica. A marca italiana foi criada em 1973 pela família Caberlotto, que era dona do Treviso. Apenas na década seguinte a empresa começou a se expandir e foi ser fornecedora esportiva de grandes nomes do tênis como Martina Navratilova e Boris Becker.</p><div class="postfigure fleft"><small><em>Reprodução</em></small><div class="figure"><em><img

Ao contrário da Fifa, Holanda paga por suas 'festas' na Copa" href="../../noticia/392564_ao-contrario-da-fifa-holanda-paga-por-suas-festas-na-copa" target="_blank">Ao contrário da Fifa, Holanda paga por suas 'festas' na Copa</a></p><p>A Lotto, por exemplo, é a patrocinadora da Costa Rica. A marca italiana foi criada em 1973 pela família Caberlotto, que era dona do Treviso. Apenas na década seguinte a empresa começou a se expandir e foi ser fornecedora esportiva de grandes nomes do tênis como Martina Navratilova e Boris Becker.</p><div class="postfigure fleft"><small><em>Reprodução</em></small><div class="figure"><em><img

Na Copa do Mundo de 2014, apenas 6 das 32 seleções, ou cerca de 18%, não terão estampadas em seus uniformes os logos da Nike, Adidas ou Puma.

Em 'elefante branco', seleção perde, feio, para U2 e Justin Bieber

Ao contrário da Fifa, Holanda paga por suas 'festas' na Copa

A Lotto, por exemplo, é a patrocinadora da Costa Rica. A marca italiana foi criada em 1973 pela família Caberlotto, que era dona do Treviso. Apenas na década seguinte a empresa começou a se expandir e foi ser fornecedora esportiva de grandes nomes do tênis como Martina Navratilova e Boris Becker.

Na década de 90, a marca expandiu seu mercado dentro da Itália e patrocinou Milan, Juventus e até a seleção holandesa. No entanto, hoje em dia estampa camisas de menos apelo popular. Apesar de ter um vasto número de clientes na América do Sul, como Arsenal, San Lorenzo, Universidad Católica, a Lotto não patrocina nenhum time brasileiro.

O Equador irá à Copa do Mundo patrocinado por uma empresa doméstica: a marathon. Fundada em 1988, a patrocinadora estampa as camisas da seleção equatoriana e boliviana e não tem atividade fora da América do Sul. O lema da entidade é "A pele do seu país".

Junto com o Equador no grupo E, Honduras também terá um fornecedor esportivo alternativo no Mundial de 2014. A Joma irá estampar a camisa do time da América Central.

Fundada em 1965, a marca espanhola é líder de vendas em seu país natal tem uma quantidade de times populares ao redor do mundo com sua marca, casos de Valencia e Fiorentina, mas ainda assim não chega aos pés de Nike ou Adidas. No Brasil, o Grêmio Osasco e o Caxias são patrocinados pela Joma.

Uma das grandes surpresas que se classificaram para a Copa do Mundo de 2014, a Bósnia usa camisas da marca Legea, criada na década de 90 na Itália.

A Legea é uma das marcas mais populares entre os times amadores, mas tem se expandido no âmbito profissional nos últimos anos e patrocina o Wigan e o CSKA Sofia, atual campeão búlgaro. Ir à Copa não é novidade para a empresa, que estampou sua marca nos uniformes da Coreia do Norte em 2010.

A seleção iraniana também tem um fornecedor esportivo alternativo: a Unhlsport. Criada em 1948, a empresa alemã dedicou mais de meio século em produtos pequenos de futebol como sola de chuteiras, luvas de goleiros, mas há mais de dez anos criou uma linha de uniformes também.

Talvez a seleção com o patrocínio mais bizarro na Copa de 2010 é a Bélgica, que disputou sua última Copa do Mundo, em 2002, vestida de Nike. A Burrda Sport, criada em 2007 com sede na Suíça, divulgou o novo uniforme da seleção europeia para a Copa.

A Burrda foca no mercado do Oriente Médio e no Golfo Persa, onde desenvolveu um material inovador para temperaturas elevadas. Ela patrocina alguns clubes do Catar e Emirados Árabes, além de equipes de rugby.

GALERIA Veja as camisas que irão desfilar no Brasil durante a Copa de 2014

0Comentários