Copa 2014Copa 2014
espn.com.br (© Todos os direitos reservados - ESPN do Brasil)
Atualizado: 14/02/2014 09:15 | Por ESPN.com.br- espn.com.br

Presidente do Inter revela risco de Beira-Rio ficar fora da Copa: 'E ele não é pequeno'

Giovanni Luigi aponta problema na definição de quem pagará pelas estruturas temporárias


Nome do estádio: Estádio José Pinheiro Borda (Estádio Beira-Rio) (© Divulgação)
Próximo
Anterior
Anterior
  • Nome do estádio: Estádio José Pinheiro Borda (Estádio Beira-Rio) (© Divulgação)
  • Capacidade: 48,849 mil lugares (© Divulgação)
  • Vista das cadeiras do novo estádio (© Divulgação)
  • Detalhe externo da cobertura do Beira-Rio (© Divulgação)
  • Visão a partir do campo, com a nova cobertura já colocada (© Divulgação)
  • Arquibancadas com cadeiras vermelhas, cor do Internacional, dono do estádio (© Divulgação)
  • Um dos corredores internos do novo Beira-Rio (© Divulgação)
  • Vestiários que serão usados pelos jogadores no Beira-Rio (© Divulgação)
Próximo
DivulgaçãoMOSTRAR MINIATURAS
1 de 27
Nome do estádio: Estádio José Pinheiro Borda (Estádio Beira-Rio)

Jogadores do Inter fazem o primeiro teste no Beira-Rio (© Rádio Gaúcha)

Jogadores do Inter fazem o primeiro teste no Beira-Rio

O presidente do Internacional, Giovanni Luigi, revelou nesta sexta-feira que o Estádio do Beira-Rio corre risco de não receber a Copa do Mundo. Segundo o dirigente colorado, o problema está na definição de quem pagará pelas estruturas temporárias exigidas pela Fifa - o clube diz não ter as dezenas de milhões necessárias e pede ajuda dos governos estadual e municipal.

"Esse é um problema que não é difícil de ser resolvido e que é de toda a sociedade gaúcha. Se, numa eventualidade, isso não for resolvido, eu posso afirmar nesse momento, por conviver com todos os assuntos relacionados à Copa do Mundo aqui no Sul, que existe sim o risco de perdermos a Copa. E ele não é pequeno", afirmou o presidente em entrevista pela manhã à Rádio Gaúcha.

LEIA MAIS:
Fifa dá últimato a Curitiba e marca 'Dia D'
Extras aumentam custo de Arena Corinthians em R$ 110 milhões

"Existe uma responsabilidade da sociedade gaúcha - autoridades, Internacional, governo do Estado, da prefeitura (de Porto Alegre). O Inter assumiu o compromisso de entregar um estádio padrão Fifa, e ele está quase pronto. O Inter também está cedendo o Gigantinho, o centro de eventos. Ter a Copa do Mundo aqui é um esforço muito grande, e o Inter está dando uma contribuição enorme", disse.

"Outras questões referentes às estruturas temporárias, o Inter não assumirá", disparou Luigi - as estruturas temporárias, que têm desde a segurança no acesso ao estádio até a parte tecnológica do centro de mídia da cidade na Copa do Mundo, custariam entre 20 e 30 milhões de reais. O secretário geral da Fifa, Jerome Valcke, visitará Porto Alegre na próxima semana.

A outra sede do evento na Região Sul do país, Curitiba, também vive a expectativa de receber ou não os jogos do Mundial. O Atlético-PR, dono da Arena da Baixada, está com dificuldades em conseguir o financiamento para seguir com as obras do estádio, e no próximo dia 18 - terça-feira - a Fifa anunciará se a capital paranaense receberá as quatro partidas da fase de grupos programadas.

Na última quinta, o blogueiro do ESPN.com.br Mauro Cezar Pereira revelou que a entidade máxima do futebol já possui uma tabela alternativa para o caso da exclusão de Curitiba. Porto Alegre, inclusive, seria uma das cidades a receber os jogos programados para o Paraná.

VEJA FOTOS DO ESTÁDIO BEIRA-RIO

0Comentários