O Vasco faz a sua estreia na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, nesta sexta-feira, às 19h30 (de Brasília), enfrentando o Macaé no Estádio Cláudio Moacyr, fora de casa. O confronto pode ser visto como um recomeço para o time, eliminado de maneira precoce da Taça Guanabara, após perder seus três duelos iniciais contra equipes de menor expressão. O mau começo rendeu a demissão do técnico Paulo César Gusmão, que deu espaço a Ricardo Gomes.

Mesmo terminando o Grupo A da Taça Guanabara na quinta posição, o Vasco teve um fim de turno para comemorar. Na despedida, aplicou uma goleada de 9 a 0 sobre o América. Já na semana passada, fez 6 a 1 no Comercial-MS e se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil sem a necessidade do confronto de volta.

Os bons resultados fazem com que os torcedores sonhem com a conquista do título estadual, que o Vasco não ganha desde 2003. Apesar disso, Ricardo Gomes prefere cautela e foca apenas na estreia contra o Macaé.

"Ainda é muito cedo para falar em time ideal, em conquista de título ou em qualquer meta maior. O nosso objetivo é conseguir a classificação para as semifinais da Taça Rio e depois podemos pensar em ganhar o segundo turno. Vamos dar um passo de cada vez e o primeiro a ser dado é esta estreia contra o Macaé", disse Gomes.

Os jogadores vascaínos concordam com o comandante e entendem que o início da Taça Rio será determinante para a sequência do time no Campeonato Carioca.

"O Vasco sabe que apenas um bom começo nesta Taça Rio, contra o Macaé, vai evitar que as cobranças voltem e fará com que a nossa equipe tenha tranquilidade para a sequência da temporada. Os turnos no Rio de Janeiro são competições de tiro curto e um tropeço pode acabar prejudicando demais", alertou o zagueiro Dedé.

Para este compromisso, Ricardo Gomes decidiu manter a base das duas últimas partidas em que o time goleou. A definição de uma escalação que o torcedor possa decorar e que não sofra muitas alterações também é motivo de otimismo entre os torcedores.

Já o Macaé, que terminou a Taça Guanabara com sete pontos no Grupo B, luta para conseguir se afastar da zona de rebaixamento. Os dois piores colocados na classificação geral, que leva em consideração os dois turnos, cairá para a Segunda Divisão do Estadual. Porém, existe um clima de otimismo no clube.

"O Macaé tem uma estrutura boa e está montando um elenco forte, até porque vai disputar a Série C do Campeonato Brasileiro. Portanto, estou confiante em uma grande Taça Rio e acho que podemos começar surpreendendo o Vasco, apesar das dificuldades desta estréia", disse o técnico Marcelo Buarque.

Para este compromisso, Buarque vai escalar o mesmo time que derrotou o Madureira, por 1 a 0, em amistoso disputado na semana passada. A principal atração é o atacante Marcelo, ex-Flamengo e Fluminense, que foi contratado para o segundo turno. O jogador foi artilheiro do Campeonato Carioca de 2007, com 13 gols, ao lado de Dodô, do Botafogo. Na época, Marcelo defendia o Madureira.

FICHA TÉCNICAMACAÉ X VASCO

Local: Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ)
Data: 4 de março de 2011 (Sexta-feira)
Horário: 19h30(de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Assistentes: Lilian Bruno (RJ) e Eduardo Couto (RJ)

MACAÉ: Lugão; Marcos Tamandaré, Eduardo Luiz, Ciro e Bill; Gedeil, Osmar, André Gomes e Siston; Luís Mário e Marcelo
Técnico: Marcelo Buarque
VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Rômulo, Fellipe Bastos, Felipe e Jeferson; Eder Luis e Marcel
Técnico: Ricardo Gomes