SÃO PAULO - O São Paulo derrubou o último time 100% do Campeonato Paulista. Mesmo sofrendo no começo do jogo, o time bateu o Americana por 4 a 3 nesta quarta-feira, no Estádio Décio Vitta, pela quarta rodada do torneio, e assumiu a vice-liderança. Dagoberto marcou dois e foi o destaque do jogo.

Com o resultado, o São Paulo chegou a 9 pontos, um a menos que o líder Santos, e empatou na pontuação com o agora terceiro colocado Americana. No entanto, Palmeiras ou Paulista, que duela nesta quinta, ainda podem superá-los.

Na próxima rodada, o São Paulo encara o clássico contra o Santos, no domingo, às 17 horas, em Barueri. Na véspera, o Americana visita o Noroeste, no Alfredo de Castilho, em Bauru.

As aparências enganam. Logo de cara, o Americana mostrou por que era a única equipe com 100% de aproveitamento. O time dominou completamente o São Paulo no começo do jogo e o gol de abertura do placar foi apenas uma questão de tempo.

Após boa jogada pela direita de Luís Felipe, Fumagalli recebeu na área e cruzou na medida para o pequenino Marcinho testar firme, no meio dos zagueiros, para abrir o placar aos 19.

Aparentando ainda sentir o começo da temporada, o São Paulo pecou principalmente na velocidade, sendo facilmente marcado pelos zagueiros do Americano. Os velozes Charles e Marcinho, do outro lado, também deram trabalho aos zagueiros são-paulinos.

Mesmo não jogando bem, o São Paulo conseguiu chegar ao empate graças a uma falha da zaga do Americana. Aos 33, após passe de Dagoberto, Fernandinho insistiu na jogada pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou para trás. Gersimar veio na corrida e acabou batendo contra o próprio gol.

O empate fez bem ao São Paulo, que finalmente pode determinar um ritmo mais lento para jogo e, assim, fazer valer a melhor qualidade técnica do time.

No entanto, quando o São Paulo era melhor, o Americana soube aproveitar a última oportunidade do primeiro tempo. Aos 44, Charles ganhou pelo alto de Xandão e conseguiu desviar para Rafael, que invadiu a área em velocidade, passou por Alex Silva e bateu na saída de Rogério Ceni.

Mas não deu nem tempo de sentir a diferença. O novo empate do São Paulo aconteceu logo aos 4 minutos do segundo tempo, em uma jogada polêmica. Dagoberto fez a jogada pela esquerda e tocou por cobertura na saída do goleiro. Antes da bola balançar a rede, o zagueiro Jorge Luiz deu chutão para cima, mas o árbitro Flávio Rodrigues Guerra validou o lance.

Assim como havia terminado o primeiro tempo, o São Paulo continuou melhor, tocando bem a bola e apostando na persistência de Dagoberto.

Aos 13, Fernandão fez boa jogada pela direita e cruzou. A bola passou por Fernandinho e desviou no lateral Luís Felipe, na chegada com Dagoberto, para finalmente botar o São Paulo na frente do placar.

Se com o empate o São Paulo já jogava cadenciadamente, vencendo, o time tratou de ainda mais segurar o jogo, valorizando a posse da bola, só indo ao ataque quando a jogada lhe favorecia muito.

Novamente contanto com o imponderável, o São Paulo chegou ao quarto gol. Aos 28, Jean recebeu na entrada da área, ajeitou e mandou uma bomba. A bola explodiu no travessão, bateu nas costas do goleiro Jailson antes de entrar.

No apagar das luzes, o Americana ainda conseguiu diminuir. O árbitro viu pênalti na disputa de bola de Kássio com o são-paulino Miranda. Fumagalli bateu e deu números finais ao placar.

AMERICANA - 3 - Jailson, Luís Felipe (Kássio), Jorge Luiz, Júlio César, Hélton, Gercimar, Léo Silva, Marcinho, Fumagalli, Charles (John) e Rafael Chorão. Técnico: Edinho Nazareth

SÃO PAULO - 4 - Rogério Ceni, Xandão (Fernandão), Alex Silva, Miranda, Juan, Rodrigo Souto, Jean, Carlinhos Paraíba, Fernandinho, Marlos (Zé Vitor) e Dagoberto (Marcelinho Paraíba). Técnico: Paulo César Carpegiani

Gols - Marcinho, aos 19, Gercimar (contra), aos 32, Rafael Chorão,aos 44 minutos do primeiro tempo. Dagoberto, aos 4 e aos 13, Jean, aos 28 e Fumagalli, aos 47 minutos do segundo tempo; Cartão amarelos - Rodrigo Souto; Árbitro - Flávio Rodrigues Guerra; Renda - R$ 228.390,00; Público - 8.705 pagantes; Local - Décio Vitta, em Americana (SP).

Veja também:

PAULISTÃO - Classificação | Resultados

CALENDÁRIO - O caminho de cada time