Na publicidade, a função de um garoto propaganda é usar sua credibilidade para passar ao público informações sobre um produto. Nesta sexta-feira, Pelé falou sobre a Copa do Mundo de 2014 no Brasil e não deu motivos para a comunidade internacional acreditar no sucesso da competição por aqui. 'Vocês sabem a luta que a gente fez para conseguir a Olimpíada e a Copa do Mundo, viajando pelo mundo pedindo voto, e agora chegou um momento que está preocupando todo mundo', disse Pelé em evento de um patrocinador pessoal.

'O Brasil está correndo um grande risco de envergonhar a gente na maneira de administrar a Copa do Mundo, principalmente na comunicação. Os aeroportos estão assustando mais, e não é só os brasileiros', completou o craque, que foi um dos embaixadores da campanha para que o País recebesse o Mundial.

Pelé ainda criticou a demora na definição da sede paulista da Copa de 2014. 'O Brasil tem obrigação de fazer uma boa Copa do Mundo, uma boa administração, e infelizmente já está atrasando, e tem essa polêmica de São Paulo. o Campeonato Paulista é a base do futebol brasileiro, é o que deveria já estar definido e não está definido ainda', afirmou, apesar de o novo estádio do Corinthians estar sendo tratado pela organização como o palco paulista do Mundial.

O Rei do Futebol aproveitou a entrevista coletiva para falar sobre vários assuntos ligados ao futebol. Como sempre, foi polêmico. Sobre Ronaldo, afirmou que o Fenômeno não parou na hora certa. 'Se eu fosse ele, teria parado um ano e meio atrás', afirmou Pelé, lembrando que, quando se despediu do Santos, da seleção e do Cosmos, saiu por cima, como campeão. 'É realmente difícil (parar), para quem gosta, para quem sente o futebol. Ele foi um vencedor', completou.

A respeito da especulada saída de Paulo Henrique Ganso do Santos, Pelé pediu calma: 'Ele ainda está começando e fica essa polêmica de querer mudar de equipe por dinheiro. Eu conversei com o Edinho (filho de Pelé), que é supervisor lá, e disse que o Ganso está tranquilo. A gente tem a impressão que são empresários que querem vender e ganhar a comissão deles', analisou o craque.

Pelé ainda avaliou como positivas as voltas de Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo ao futebol brasileiro:'Se estiverem bem fisicamente, serão grandes figuras', garantiu o ex-jogador.