Reprodução

Reprodução

Anderson Silva venceu Chael Sonnen com poucas dificuldades. O brasileiro ficou cinco minutos de costas para o chão se defendeu do ground and pound e, no segundo round, venceu o adversário com um nocaute técnico sem a menor dificuldade. Ele defendeu pela 10ª vez consecutiva o cinturão dos médios.

Por fim, Anderson encerrou com uma boa piada para cima de Sonnen. Ele chamou o norte-americano, cumprimentou e pediu aplausos dos brasileiros em Las Vegas “para mostrar que o Brasil também tem gente educada”. Depois, ironizou.

“Isso daqui é esporte. É assim mesmo. Eu convido o Chael Sonnen para um churrasco. Se ele quiser, ele pode ir em casa, minha mulher cozinha para a gente”, disse Anderson ainda no octógono, respondendo às provocações do norte-americano antes da luta. 

Pouco antes de subir ao octógono, Anderson Silva cumprimentou nada mais nada menos que Júnior Cigano, Jon Jones e Ronaldo Fenômeno, que agencia a sua carreira. Ele ainda foi olhado de perto por Kaká e sua mulher, Carol Celico.

Na hora que subiu ao octógono, fez a sua saudação normal. Ficou agachado no octógono olhando seu adversário e manteve o olho fixo em Chael Sonnen. Ainda ouviu da boa parte dos brasileiros que estavam em Las Vegas o coro “uh, vai morrer”. Sem toques de luva, a batalha começou.

Logo no primeiro segundo, Sonnen conseguiu colocar Silva para baixo, mas sem efetividade, sem conseguir trabalhar o ground and pound. Apesar disso, como ficou sempre por cima, venceu o primeiro round. Foram cinco minutos trabalhando cotoveladas, tapas e socos e até ombradas.

Sonnen conseguiu ficar por cima de Silva - Reprodução

No segundo round, a história se repetiu. Chael Sonnen grudou em cima de Spider e ficou em cima do brasileiro. Ele conseguiu se livrar e, em uma defesa de uma cotovelada giratória, Anderson abaixou, viu Chael cair sozinho ao bater na grade e começou a finalizar a luta. Acertou uma joelhada no peito do rival, que estava no chão e disparou a metralhadora de socos.

Pouco antes de ter sua vitória decretada, ainda viu Chael levantar. Como uma briga de um adulto como uma criança, Anderson segurou o adversário pelo pescoço e acertou mais golpes. Viu seu adversário cair e só esperou o juiz encerrar o combate, talvez um dos mais fáceis de sua carreira.

Silva finaliza Sonnen com nocaute técnico - Reprodução