Depois de nocautear brutalmente Mark Muñoz no começo de julho, Chris Weidman é um dos pesos-médios mais cotados para uma disputa de cinturão. O americano de 28 anos, que vem fazendo uma campanha para enfrentar o campeão Anderson Silva, não gostou nem um pouco dos comentários que os empresários do Spider fizeram sobre ele.

O primeiro agente a se manifestar foi Jorge Guimarães. Em entrevista à revista Tatame, o Joinha disse que não fazia sentido promover uma luta entre Anderson e “esses garotos amadores que estão surgindo agora”.

Algum tempo depois, o outro empresário, Ed Soares, usou seu Twitter para ironizar o americano, afirmando que Anderson Silva tem mais defesas de cinturão do que Weidman tem de lutas na carreira.

“Eu li as declarações e achei uma loucura. Os empresários não têm o direito de menosprezar atletas profissionais. Eles não só me desprezaram, como também o Alan Belcher e o Tim Boetsch. Querem desviar a atenção para o fato de que eu sou o desafiante número um nos chamando de amadores, enquanto estamos todos entre os dez melhores. Não gostaria que meu agente falasse algo assim sobre outros lutadores”,  disse Weidman ao portal MMA Weekly.

O lutador ainda questionou os nomes que os empresários listaram como bons desafiantes ao título de Anderson Silva.

“Eles escolheram caras como Georges St-Pierre e Nick Diaz, que são meio-médios. Vamos começar com o GSP: ele está vindo de uma cirurgia no joelho. Nem sabemos quando ele voltará a lutar e, quando voltar, será contra Carlos Condit, pelo cinturão. Nick Diaz é outro adversário sobre quem ele teria a vantagem do tamanho, mas o cara só pode lutar em fevereiro. Não falam nada sobre mim, que provei que mereço o posto de desafiante número um.”

Weidman completou afirmando que Anderson deveria encarar atletas de sua divisão de peso no Ultimate.

“Silva é o campeão na categoria de 84 kg, ele deveria enfretar lutadores do seu peso. Não é certo desafiar caras mais leves que você. Por que não chamar o Jon Jones então? Faria sentido, e tenho certeza que muita gente iria adorar esta luta, inclusive eu. Se não vai lutar contra ele, lute comigo. Estou pronto.”