LutasLutas
Ag. Fight
Atualizado: 12/02/2013 | Por Ag. Fight

Cris Cyborg sobre Ronda: "Ela está correndo de mim"

Sem categoria no UFC, brasileira quer abandonar Zuffa


Cyborg já fez algumas provocações direcionadas a Ronda Rousey - Reprodução/Facebook

Cyborg já fez algumas provocações direcionadas a Ronda Rousey - Reprodução/Facebook

A brasileira Cris Cyborg vive um momento de indefinição em sua carreira. Ex-campeã dos penas do Strikeforce, ela ficou sem grandes opções depois que o antigo torneio ao qual pertencia foi extinto e o UFC abriu apenas a categoria dos galos para mulheres.

O sonho de muitos fãs do MMA feminino é justamente ver um combate entre Cyborg e Ronda Rousey, a atual detentora do cinturão dos galos do UFC. Entretanto, este desejo não deve se torner realidade tão cedo. A americana se recusa a subir de peso e a brasileira acha inviável baixar de categoria. Ronda começou a lutar MMA na categoria de Cris Cyborg, mas depois mudou e, por isso, a brasuca acusa sua rival de estar fugindo do combate.

"Eu comecei a lutar nos 65,7kg (penas) e continuo lutando neste peso. Ela começou na minha classe e depois mudou para 61,2kg (galos). Ela está correndo de mim. Ela lutava judô com 74kg, 73kg. Não sei porque ela não pode lutar em 65,7kg", afirmou Cyborg, em entrevista ao "Fight Hub TV".

Chateada com a situação em que se encontra, Cyborg quer deixar o UFC, que é comandado pela Zuffa, e partir para outro torneio que tenha a categoria pela qual ela está acostumada a se apresentar.

"Eu posso lutar até com 63,5kg, mas a Zuffa tem que querer isso. Eu preciso ver o que é bom para mim também, não apenas o que é bom para Zuffa e acho que o Tito (Ortiz, seu empresário) entendeu isso e está me ajudando", disse.

Sem lutar desde dezembro de 2011, quando derrotou a japonesa Hiroko Yamanaka, Cyborg foi obrigada a ficar parada por um ano depois de ser flagrada no exame antidoping. A suspensão já acabou e agora a brasileira espera por uma definição sobre seu futuro.

"Continuo treinando. Abri minha academia no Brasil. Continuo ocupada, faço seminários, aulas privadas e estou esperando por uma boa oportunidade para mim. Em 45 dias eu estou pronto para lutar", afirmou.

MSN Brasil no Facebook

para cimapara baixo

msn fotos

Esportivos são os mais visitados(©MSN Fotos)
Esportivos são os mais visitados

Você já viu?

  • Profissão perigo

    Limpadores de janelas arriscam suas vidas trabalhando nas alturas

  • Cena quente

    Casal de atores de 'Império' abusa da sensualidade

  • Nova musa do UFC

    Felice Herrig faz ensaio sensual antes de estreia no octógono

  • Moda das ruas

    Veja como estilistas têm se inspirado nos looks da população anônima

  • Pintura tecnológica

    Aquarelas animadas em 3D de Aaron Becker são espetaculares; conheça