Segundo White, nenhum dos dois veteranos pode mais surpreender no UFC – Evelyn Rodrigues

Segundo White, nenhum dos dois veteranos pode mais surpreender no UFC – Evelyn Rodrigues

BJ Penn não vai mais parar, pelo menos por enquanto. Após anunciar a aposentadoria depois da derrota para Nick Diaz no passado, ele voltou a ser escalado e vai enfrentar Rory MacDonald, no UFC 152, em setembro. “BJ é resistente demais, tem um queixo inacreditável, uma cabeça de rocha. Se você assiste algumas lutas em que ele está sendo esmagado, o cara não se corta”, disse Dana White após a coletiva pré-lutas do UFC on Fox 4.

BJ é um dos poucos lutadores que já foram campeões de duas categorias no Ultimate - peso-leve e peso-meio-médio. Além disso, é considerado um lutador empolgante, que sempre leva o público ao delírio. “Não sei do que sua pele é feita. Ele é apenas um cara que nasceu e foi criado para lutar”, exaltou o presidente. campeões de duas categorias no Ultimate - peso-leve e peso-meio-médio. Além disso, é considerado um lutador empolgante, que sempre leva o público ao delírio. “Não sei do que sua pele é feita. Ele é apenas um cara que nasceu e foi criado para lutar”, exaltou o presidente. Sua última frase sobre BJ, o cartola fez uma revelação. “BJ é absolutamente um integrante do Hall da Fama”. Caso isso se confirme, o havaiano se une aos nove lutadores que já integram a homenagem. São eles: Royce Gracie, Daniel Severn, Mark Coleman, Charles "The Mask" Lewis Jr., Ken Shamrock, Randy Couture, Chuck Liddell, Matt Hughes e , recentemente, Tito Ortiz.

Matt Hughes e Forrest Griffin aposentados

O único dos integrantes da homenagem que continua lutando é Matt Hughes. O ex-campeão dos meio-médios tem o recorde de vitórias dentro da organização e não quer saber de pendurar as luvas, algo que não agrada muito a Dana White, apesar das 18 vitórias dele no total. “Hughes é um desses caras que eu, pensando por um lado positivo, gostaria que se aposentasse. O que mais há para fazer? O cara fez tudo”, explicou Dana. O veterano tem 38 ansos.

Outro veterano, Forrest Griffin, de 33 anos, também desperta um sentimento parecido no cartola. O americano foi campeão dos meio-pesados, mas nos últimos anos não conseguiu uma sequência de boas lutas e nem chegou perto de disputar o cinturão, talvez por sua idade avançada. Forrest ficou conhecido quando venceu a primeira edição do TUF americano, em 2005.

“Eu gostaria que Forrest se aposentasse. Não há nada para Forrest provar também. Ele ganhou o "The Ultimate Fighter", teve uma carreira surpreendente, ganhou o título quando todos pensavam que não podia, fez um monte de dinheiro, tem uma bela esposa e tem um bebê. Mas ele não quer me ouvir”, disse White em um tom de brincadeira.