Americano foi escolhido para treinar na próxima edição do TUF dos EUA – Evelyn Rodrigues

Americano foi escolhido para treinar na próxima edição do TUF dos EUA – Evelyn Rodrigues

O “gordinho” do UFC continua dando o que falar. Depois de ter suas escolhas de auxiliares negada pela organização do The Ultimate Fighter 16, programa em que foi escolhido treinador, e enviar uma lista com nomes como Royce Gracie, Forrest Griffin e Jon Jones, Roy Nelson ouviu o que o presidente da organização que o emprega acha dele.

“Ele (Roy Nelson) é um baita pé no saco. Ele já era um pé no saco quando era participante e continua um pé no saco no UFC. Ele está mais chato ainda”, disse White ao site americano MMA Fighting. Presidente provocou ainda mais Nelson, dizendo que sabia que esse comportamento aconteceria. “Eu sabia que isso ia acontecer. Vivo batendo cabeça com ele. Ele é um pé no saco, é o único jeito de definir esse cara”.

Dana White ainda revelou que o lutador já mostrou essa característica no primeiro episódio do novo reality show. “No primeiro dia de gravação ele começou a gritar e falar várias m*****. Vocês verão”. Roy Nelson tem 24 lutas no UFC, com 17 vitórias, dez por nocaute. Ele disputou a final da 10ª edição do TUF dos EUA contra Brendan Schaub, sendo campeão e ganhando o prêmio de "Nocaute da Noite".