Chael chegou a ser suspenso após UFC 117, mas agora pode usar a substância – Divulgação/UFC

Chael chegou a ser suspenso após UFC 117, mas agora pode usar a substância – Divulgação/UFC

Além das palavras ditas pelos lutadores, outra questão causa polêmica antes da luta entre Chael Sonnen e Anderson Silva. A permissão do uso terapêutico de testosterona concedida a Chael Sonnen ainda gera polêmica. No fim de maio, o americano pediu o uso da substancia para tratar seu hipogonadismo, condição em que o organismo não produz testosterona suficiente. “Eu não tenho opção. Ou eu tomo esse medicamento ou morro”, explicou o americano ao jornal americano LA Times.

A decisão saiu há mais um mês e o tratamento seria interrompido semanas antes da luta, para que não houvesse alteração na performance de Sonnen. “É uma substância da qual muitos abusam, e eu lido com algum sentimento de vergonha por tomá-la”, confessou Chael. Na manhã de domingo, logo após enfrentar o brasileiro, Sonnen terá de ser submetido a um exame de sangue para confirmar se os níveis estão normais.

Na época da primeira luta, no UFC 117, Chael Sonnen foi submetido aos mesmos exames de rotina, que acusaram um nível de testosterona muito acima do permitido. Ele foi inicialmente suspenso por um ano pela comissão, mas teve a suspensão reduzida para seis meses. O UFC 148 acontece nesse sábado, em Las Vegas.