Parece que Dana White arrumou um "novo Tito Ortiz" para azucrina-lo. O nome dele é Roy Nelson e, assim como o "Campeão do Povo", o americano adora provocar e responder o dirigente sempre que pode.

Nelson foi chamado pelo UFC para ser um dos treinadores da próxima edição do The Ultimate Figther americano ao lado de Shane Carwin. E o gordinho já chegou no reality show polemizando. Tanto que o próprio Dana White chegou a declarar na semana passada que Nelson é um "pé no saco" e que "falava várias m****".

"Isso (as reclamações de Dana White) acontece provavelmente porque ele quer ser um lutador, mas não é. Pensei que nós estávamos falando sobre treinar ou algo assim, e (Dana) não é um treinador. Há uma compreensão sobre o que é ser um lutador, e acho que ele não compreende", respondeu Roy Nelson, em entrevista ao site "MMA Junkie".

O gordinho carismático também falou sobre a mudança de pensamento de Dana White e mostrou que duvida de algumas posições tomadas pelo dirigente master do UFC.

"Você nunca sabe o que esperar de Dana. Ele vai falar algo para vocês agora e cinco minutos depois falará outra. Semana passada, Shogun e Brandon Vera iriam lutar pelo cinturão e de repente, Lyoto e Ryan Bader também estavam na briga. A próxima vez que ele falar, pode dizer que o Randy Couture vai lutar pelo título na semana que vem", ironizou Nelson, se referindo ao aposentado Couture.

Mesmo em pé de guerra com o presidente do Ultimate, Roy Nelson tem moral dentro do torneio. Por ter sido campeão de uma das edições do TUF, o gordinho conquistou o carinho dos fãs de MMA. Além disso, ele vem de um nocaute espetacular sobre Dave Herman em menos de um minuto de combate.