Jon Jones pensou em pagar os salários dos lutadores, mas desistiu – Divulgação/UFC

Jon Jones pensou em pagar os salários dos lutadores, mas desistiu – Divulgação/UFC

Uma parcela da confusão envolvendo o cancelamento do UFC 151 poderia ter sido atenuada se os lutadores não tivessem sido tão agressivos com Jon Jones. De acordo com uma fonte do programa “ESPN’s MMA Live”, o campeão estava disposto a pagar os salários de todos os lutadores do card, mas mudou de ideia após receber tantas críticas vindas de seus colegas de trabalho.

“Uma pessoa bastante próxima disse que Jon Jones estava se sentindo tão mal com o cancelamento do card que estava disposto a pagar as bolsas deles. Mas depois de todos os ataques que os outros lutadores fizeram, ele decidiu não pagar mais. Ele se sente muito mal com a situação e não esperava que o card inteiro fosse cancelado”, disse a fonte do programa.