LutasLutas
Ag. Fight
Atualizado: 28/12/2012 | Por Marcel Alcântara- Ag. Fight

Kassab assina acordo milionário com UFC e lamenta: "Imperdoável"

Prefeitura vai liberar verba de R$2,5 milhões para a realização do evento


Sarafian, Kassab e Grace Tourinho vestem luvas e posam para fotos - Divulgação

Sarafian, Kassab e Grace Tourinho vestem luvas e posam para fotos - Divulgação

A prefeitura da cidade de São Paulo oficializou nesta sexta-feira (28) o apoio ao evento do UFC que acontecerá no dia 19 de janeiro de 2013, no Ginásio do Ibirapuera.

O evento ocorrido na sede da Prefeitura, no centro de São Paulo, contou com a presença do secretário de esporte, lazer e recreação Antonio Moreno, da executiva responsável pelo UFC no Brasil, Grace Tourinho e do prefeito Gilberto Kassab, que lamentou ter conseguido trazer o maior torneio de MMA do mundo apenas no fim de seu mandato.

"Olha, é imperdoável vocês me darem isso no final da gestão. Que despedida da Prefeitura...", brincou o político, que será sucedido por Fernando Haddad a partir do ano que vem.

No contrato firmado por Kassab, a cidade de São Paulo libera R$2,5 milhões como forma depatrocínio ao Ultimate. E, apesar de o ginásio ter capacidade para apenas 9 mil espectadores, o prefeito vê vantagens muito maiores em receber o evento.

"O mais importante não é nem a capacidade do local em si, mas a visibilidade e o fato de ter mais um grande evento na cidade de São Paulo. Isso traz uma autoestima para a cidade", afirmou.

O UFC São Paulo terá como luta principal o duelo entre o brasileiro Vitor Belfort e britânico Michael Bisping. No segundo combate mais aguardado, Daniel Sarafian, ex TUF-Brasil e lutador que estava presente na cerimônia desta sexta, encara o americano CB Dollaway.

Lei do Psiu

O UFC já deveria ter "pousado" em São Paulo em 2012. No meio do ano, a direção do evento tentou realizar na maior cidade do país o UFC 147, que teria Anderson Silva x Chael Sonnen como luta principal. A ideia inicial era que o evento fosse realizado em um estádio da cidade, mas alguns problemas burocráticos impossibilitaram isso. Um dos principais entraves foi a lei do Psiu, que não permite grandes movimentações e barulho após 1h da manhã em áreas residenciais. Sobre isso, Kassab disse que a lei ainda está em fase de avaliação e não descartou uma mudança no futuro.

"A lei existe para ser cumprida. Precisamos que ela seja cumprida e em caso de discordância temos que levar para o legislativo. Isso é algo que continuará a ser estudado pela gestão do prefeito Fernando Haddad. São estudos que ainda estão sendo feitos e eu acredito que em pouco tempo nós tenhamos condições de aperfeiçoar a lei, inclusive com relação a grandes eventos", afirmou Kassab.

MSN Brasil no Facebook

para cimapara baixo

msn fotos

Esportivos são os mais visitados(©MSN Fotos)
Esportivos são os mais visitados

Você já viu?

  • Profissão perigo

    Limpadores de janelas arriscam suas vidas trabalhando nas alturas

  • Nudez roubada

    Hackers divulgam fotos íntimas de celebridades internacionais na rede

  • Nova musa do UFC

    Felice Herrig faz ensaio sensual antes de estreia no octógono

  • Moda das ruas

    Veja como estilistas têm se inspirado nos looks da população anônima

  • Pintura tecnológica

    Aquarelas animadas em 3D de Aaron Becker são espetaculares; conheça