Guillard é experiente e tem mais de cinco anos no UFC - Divulgação

Guillard é experiente e tem mais de cinco anos no UFC - Divulgação

O americano Melvin Guillard está quebrando um certo paradigma existente entre os lutadores de MMA. Ao contrário da maioria, ele não está triste ou inconformado por ter que lutar contra o amigo Donald Cerrone. Ao invés disso, Guillard se mostra feliz e honrado de poder dividir o octógono com ele no UFC 150, neste sábado (11), em Denver, nos EUA.

"Quando você conhece o cara, você pode apenas ir para o combate esperando uma luta legal. É amistoso e não tem stress. Estamos apenas fazendo aquilo que somos pagos para fazer. Vamos nos divertir e voltar a sermos amigos depois", disse Guillard ao site MMA Fighting.

E ele não está brincando quando diz que logo após a luta voltarão a ser amigos. Tanto que os dois lutadores estão planejando fazer uma festa depois do combate. Essa comemoração, de acordo com os próprios lutadores, já está sendo planejada desde o dia em que eles assinaram o contrato para lutar.

Experiente e lutando no UFC desde 2005, Guillard tem 30 vitórias, 10 derrotas, dois empates e uma luta sem resultado no MMA. Já Cerrone possui um cartel de 18 vitórias, quatro derrotas e uma luta sem resultado. Os dois já treinaram juntos por alguns anos.

Os dois fazem a segunda luta mais aguardada da noite. O combate principal do UFC 150 será entre Ben Henderson e Frankie Edgard. Hendo coloca seu cinturão dos leves (70kg) em jogo contra o ex-campeão da categoria.