Um golpe certeiro de direita derrubou Browne, que não tinha poder de reação - Reprodução

Um golpe certeiro de direita derrubou Browne, que não tinha poder de reação - Reprodução

A luta principal da noite do UFC on FX 5 terminou bem para os brasileiros que acompanharam o evento. Nessa sexta-feira, em Minnesota, nos Estados Unidos, a luta principal acabou com uma vitória de Antonio “Pezão” Silva, por nocaute técnico.

Pezão entrou no octógono em busca de se recuperar de duas derrotas seguidas em sua carreira, para Daniel Cormier e Cain Velásquez. Já Browne estava em busca de manter seus bons resultados e sua invencibilidade, que já durava 14 lutas no cartel. Agora, após perder para o brasileiro, a fase invicta teve um fim.

Browne entrou pulando, mexendo com o público. Pezão mostrou concentração e não sorriu em nenhum momento até entrar no octógono, olhando fixamente para seu adversário. A encarada foi tensa, como a que ocorreu na pesagem. Logo no início da luta, com a guarda bem alta e fechada, o brasileiro defendeu os potentes golpes de Browne e ainda conseguiu alguns contra-ataques.

Faltando pouco tempo para o fim do primeiro round, Pezão acertou em cheio seu adversário, que já caiu desacordado contra a grade e depois no chão. Caído, ainda sofreu alguns outros socos até o árbitro separar os dois e declarar a vitória do brasileiro. Muito feliz, Antonio Silva sentou na lateral do octógono e comemorou muito o triunfo sobre Browne, que teve sua primeira derrota na carreira.

“Quero agradecer a todos que vieram ver o UFC. Treinei demais pra essa luta. Quero agradecer todos da Team Nogueira.”, disse logo após a vitória. Antônio “Pezão” Silva conseguiu uma vitória contra um adversário de ponta, se recuperando dos dois revezes que havia sofrido há pouco tempo. Travis Browne entrou no grupo dos derrotados pelo brasileiro, que já conta com Mike Kyle, Andrei Arlovski, Justin Eilers e o considerado por muitos o melhor lutador de MMA de todos os tempos, Fedor Emelianenko.

Confira os resultados do UFC on FX 5: Browne x Pezão:

CARD PRINCIPAL

  • Antônio Pezão venceu Travis Browne por nocaute técnico, aos 3:27 do primeiro round
  • Jake Ellenberger venceu Jay Hieron por decisão unânime dos jurados
  • John Dodson venceu Jussier Formiga por nocaute técnico, aos 4:35 do segundo round
  • Justin Edwards venceu Josh Neer por finalização com guilhotina, aos 0:45 do primeiro round

CARD PRELIMINAR

  • Michael Johnson venceu Danny Castillo por nocaute, aos 1:06 do segundo round
  • Mike Pierce venceu Aaron Simpson por nocaute, aos 0:29 do segundo round
  • Marcus LeVesseur venceu Carlo Prater por decisão dividida dos jurados
  • Jacob Volkmann venceu Shane Roller por finalização com um mata-leão, aos 2:38 do primeiro round
  • Diego Nunes venceu Bart Palaszewski por decisão unânime dos jurados
  • Darren Uyenoyama venceu Phil Harris por finalização com um mata-leão, aos 3:38 do segundo round