Weidman nocauteou Muñoz de forma contundente cerca de um mês atrás - Divulgação/UFC

Weidman nocauteou Muñoz de forma contundente cerca de um mês atrás - Divulgação/UFC

E parece que Anderson Silva ganhou mais um falastrão que tenta chamar a atenção utilizando os microfones. O jovem Chres Weidman segue os passos de Chael Sonnen e vai mostrando a cada dia mais o seu interesse em conseguir aparecer como principal rival do brasileiro que domina a categoria dos médios do UFC há mais de seis anos.

Em entrevista à "MMAWeekly Radio", Weidman tentou convencer mais uma vez o porquê ele é o atual lutador que mais merece um title-shot. Transbordando confiança, o americano chegou até a dizer que se considera o melhor dentro do octógono.

"Se eu estiver lutando contra Anderson Silva, eu vou lá sabendo que pertenço àquilo. Não entrarei lá para bater nele, na verdade, vou apenas tentar uma confirmação. Vou tentar finalizá-lo. Sei que muitas pessoas nem imaginam isso acontecendo e pensam que talvez eu seja louco, mas eu treino para ser o melhor e eu acho que eu sou o melhor", disse Weidman.

No ponto de vista do americano de 28 anos, ele é melhor que os possíveis adversários de Anderson Silva porque já enfrentou e venceu lutadores que estão no topo da categoria, principalmente após seu triunfo contra Mark Muñoz.

"Antes da luta (contra Muñoz), realmente havia cinco ou seus caras que estavam buscando uma posição de mais destaque para ser o próximo desafiante de Anderson, e eu estava na minha. Digo, eu venci Demian Maia, que era um cara top 5 entre os médios. A maioria desses caras sequer venceu um top 5. Bisping sequer já ganhou de um top 10", disse.

"Essa luta realmente foi para me mostrar. Precisava disso para ficar em evidência na categoria. Acho que antes disso, esses caras estavam na minha frente por serem melhor falando", completou.

Chris Weidman tem nove lutas no MMA e segue invicto. Desde que entrou no UFC, o americano subiu cinco vezes no octógono e conseguiu cinco triunfos. Com a vitória sobre Mark Muñoz e a derrota de Hector Lombard para Tim Boetsch no último mês, o nome do americano realmente figura entre os mais prováveis para desafiar Anderson Silva.