“Gordinho” é polêmico e já irritou bastante o presidente da organização – Divulgação/UFC

“Gordinho” é polêmico e já irritou bastante o presidente da organização – Divulgação/UFC

Dana White e Roy Nelson definitivamente não se entendem. O lutador foi escolhido treinador da 16ª edição do The Ultimate Fighter americano e os dois tem se visto com mais frequência. O presidente do UFC manteve paciência depois da lista de brincadeira que o “gordinho” fez e das declarações polêmicas que costuma dar. Mas a última do treinador, dizendo que ele e Dana teriam uma “relação de marido e mulher”, fez o cartola perder as postura.

"Eu faço as coisas do homem na casa, e ele faz todas as coisas que a mulher faz", polemizou Nelson. A resposta do presidente foi dura e direta, em entrevista ao site americano Yahoo Sports.

”Eu o considero um péssimo empreendedor. Ele se sentou no meu escritório e disse: ‘Eu quero mais patrocinadores’. Falei: ‘Sério? Você tem um cabelo até o meio das costas, a barba de Papai Noel, e o pior é esse barriga enorme. Que empresa vai querer colocar sua logomarca nisso? Corte a barba, corte o cabelo. O ano é 2012, por sinal. Leve sua carreira mais a sério, perca um pouco de peso. Você é um cara talentoso, tem mãos pesadas, ótimo jiu-jítsu, um queixo inacreditável’. Então, essa é a minha situação com o Roy Nelson”.

Dana White revelou que ouviu criticas de um dos patrocinadores do programa, criticando o visual e postura de Roy Nelson. Ele ainda teve uma conversa com o outro treinador do programa, Shane Carwin. Pelo que disse o chefão, o duelo peso-pesado que está marcado para o final do programa promete polêmica: “Shane o odeia muito. Ele disse: ‘Não sei se alguma vez já quis arrebentar alguém tanto quanto quero arrebentar Roy Nelson’”, concluiu o presidente.